Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um ar de sua Graça

Zezito e Mirita

Apresento-vos o Zezito e a Mirita, assim baptizados por mim quando era criança. Gostava do ar sorridente e das bochechas rechonchudas e coradas que lhes acentuava o aspecto simpático. Ambos viveram durante muitos e muitos anos nas cozinhas da minha mãe.

 

IMG_0152.jpg

 


Ponto, para tudo!


Desconfio que a minha afirmação anterior “cozinhas da minha mãe” deve ter provocado alguma perplexidade no meu vasto círculo de leitores, e até vislumbro algumas rugas nas vossas testas. Mas vamos lá esclarecer as dúvidas:


- Refiro-me a cozinhas, no plural, porque, tendo em conta a profissão do meu pai, percorremos o país de lés a lés. Por essa razão, foram bastantes as casas onde vivemos e, consequentemente, as cozinhas que tivemos.  Em todas elas o Zezito e a Mirita surgiam pendurados numa das paredes, convidando-nos a entrar, com o mais simpático dos sorrisos.


- Afirmo que as cozinhas eram da minha mãe. Pois, concordo que seja uma expressão um tanto ou quanto sexista, mas não há dúvida que a cozinha era o domínio da minha mãe, onde ela era rainha e senhora. O meu pai, senhor de outros tempos, nem um ovo sabia estrelar e eu, já em miúda, deixava antever que aquela não era, de todo, a minha dependência preferida da casa.


Mas voltemos ao casalinho Zezito e Mirita. 

    
Quando os meus pais abandonaram a vida de saltimbancos (salvo seja), assentaram arraiais e passaram a viver em casa própria, a minha mãe achou que era altura de dispensar o Zezito e a Mirita e despediu-os por justa causa : já não se enquadravam na decoração. Nunca mais os vi e, confesso, esqueci-me até da sua existência.

 

Acontece que há pouco tempo, nestas minhas pesquisas proveitosas em casa da minha mãe, encontrei uma velha caixa de cartão esquecida nos confins de um armário. Puxo a caixa, retiro-lhe a tampa e que vejo eu? O Zezito e a Mirita a olharem para mim. Curiosamente continuavam bochechudos, rosados e sorridentes.


Achei que era altura de regressarem ao activo.


Comprei uma moldura branca, forrei o fundo com tecido cor de morango às pintinhas e colei o parzinho. E voltaram à cozinha. Neste caso à cozinha cá de casa, tendo um lugar de destaque no meu cantinho do café.

 

IMG_0146.jpg

 

Estou convencida que eles estão agora mais felizes por terem regressado à luz do dia.

 

É que há dias pareceu-me ver o Zezito a piscar-me o olho…


Ou seria impressão minha?

 

IMG_0150-Edit-Edit.jpg

 

 Podem também seguir-me no Instagram!

 

 

6 comentários

Comentar post